Google
 

Terça-feira, 22 de Abril de 2008

“Especial Dia da Terra”

Photobucket

"National Geographic” celebra o Dia da Terra com 24 horas de documentários "

O “National Geographic Channel” celebra hoje o Dia da Terra com a emissão de 24 horas de documentários dedicados à protecção e conservação do planeta.

No “Especial Dia da Terra” destacam-se as estreias de quatro produções: “A Mecânica do Planeta: Cozinha à Luz Solar”, às 20h05; “Macaco: Música Multicultural de Barcelona”, às 21h00; “A Pegada Humana”, às 21h30 e “Retrato da Terra: O Estado do Planeta” às 22h30.

“A Mecânica do Planeta: Cozinha à Luz Solar” apresenta mais um episódio da oficina ecológica de Dick e Jem, desta vez na Andaluzia para ajudar um proprietário de uma quinta a extrair do seu poço água suficiente para dar ao seu gado. Os dois oferecem-se também para construir um forno solar gigante para fazer uma “paella” para a população nas festas da localidade. Enquanto Dick constrói um moinho de vento tradicional, Jem enfrenta a tarefa de construir um motor Sterling – que aproveita as diferenças de temperatura dentro de um cilindro para mover a cápsula que utiliza para a bomba que permite extrair a água do poço. No documentário pode ser visto qual dos engenhos sairá vencedor e se algum dos dois conseguirá preparar “paella” suficiente para satisfazer o apetite de todos os participantes na festa.

O documentário “Macaco: Música Multicultural de Barcelona” apresenta a banda espanhola “Macaco”, conhecida por misturar rumba catalã, “reggae” e “hip hop”. Macaco sobe ao palco com uma acústica criada para agitar corpos e mentes. O vocalista e músico Dani Carbonell (mais conhecido como Dani Macaco) fala dos primeiros tempos da banda, das suas influências musicais e a da utilização das várias línguas na sua música.

Quantificando as marcas que cada ser humano deixa no mundo
Imagine que consegue ver tudo o que consumiu ao longo da vida: todo o lixo que gerou e até as lágrimas que chorou. Ao longo da vida, cada ser humano deita, em média, 40 toneladas de lixo para os contentores, consome 7550 litros de leite, toma quase 7163 duches, nos quais consome cerca de um milhão de litros de água, e tem 104.390 sonhos. No documentário “A Pegada Humana” juntou-se todo o pão consumido, em média, ao longo da vida e ateou-se fogo a todo o metano emitido. Tudo para criar uma visualização única e persuasiva das marcas que cada um de nós deixa no mundo.

“Retrato da Terra: O Estado do Planeta” analisa as emissões de dióxido de carbono e dos programas de reflorestação e avalia os efeitos positivos e negativos que os diversos países exerceram no nosso planeta ao longo de 2007. No ano passado, a Terra sofreu a emissão de oito milhões de toneladas de dióxido de carbono para a atmosfera, a extracção de 90 milhões de toneladas de peixe dos seus oceanos e o arranque de 11 mil milhões de árvores das suas florestas.

A China, que abriu uma central térmica de carvão, superou, pela primeira vez, os Estados Unidos em emissões totais de carbono. No entanto, investiu 8 mil milhões de dólares para construir a Muralha Verde da China, sob a orientação do maior projecto de reflorestação do mundo, estendendo-se por quase 4500 quilómetros. Por sua vez, os Estados Unidos vão pôr em marcha um programa piloto de armazenagem de dióxido de carbono, no qual serão depositados cerca de 3 mil milhões de toneladas de dióxido em solo americano.


Fonte: (Público.PT)


publicado por MJFSANTOS às 12:53
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 29 de Julho de 2007

50ª. Aniversário da I.A.E.A.

História do IAEA

Os primeiros quarenta anos por David Fisher

 

O IAEA foi criado em 1957 em resposta aos medos e às expectativas profundos resultando da descoberta da energia nuclear. Suas fortunas são engrenadas excepcionalmente a esta tecnologia controversa que pode ser usada como uma arma ou como uma ferramenta prática e útil.

O genesis da agência era endereço da paz do presidente Eisenhower dos E.U. “átomos para” ao general conjunto das nações unidas em 8 dezembro 1953. Estas idéias ajudaram dar forma ao Statute de IAEA, que 81 nações aprovaram unânimemente em outubro 1956. O Statute esboça as três colunas do trabalho da agência - transferência nuclear da verificação e da segurança, de segurança e de tecnologia.

Nos anos que seguem a criação da agência, o clima político e técnico tinha mudado tanto que por 1958 se tinha tornado polìtica impraticável para que o IAEA comece o trabalho em algumas das tarefas principais previstas em seu Statute. Mas no aftermath da crise Cuban do míssil 1962, os EUA e a URSS começaram a procurar a terra comum no controle de braços nucleares.

Em 1961 o IAEA aberto seu laboratório em Seibersdorf, Áustria, criando uma canaleta para a pesquisa nuclear global cooperativa. Esse ano a agência assinou um acordo trilateral com Monaco e o instituto Oceanographic dirige por Jacques Cousteau para a pesquisa sobre os efeitos do radioactivity no mar, uma ação que conduzem eventualmente à criação do laboratório marinho do ambiente do IAEA.

Porque mais países dominaram a tecnologia nuclear, concernir aprofundado que adquiririam mais logo ou mais tarde armas nucleares, particularmente desde que duas nações adicionais tiveram “juntaram o clube”, France em 1960 e China em 1964. As proteções prescritas no Statute do IAEA, projetado principalmente cobrir plantas nucleares ou fontes individuais do combustível, eram claramente inadequadas deter o proliferation. Crescia a sustentação para que internacional, legalmente ligar, compromissos e proteções detalhadas parem a propagação mais adicional de armas nucleares e trabalhem para seu elimination eventual.

Isto encontrou a expressão regional em 1968, com a aprovaçã0 do tratado no Non-Proliferation das armas nucleares (NPT). O NPT congela essencialmente o número de estados declarados da arma nuclear em cinco (EUA, Rússia, Reino Unido, France e China). Outros estados são requeridos forswear a opção das armas nucleares e conclir acordos de proteções detalhados com o IAEA em seus materiais nucleares.

Os 1970s mostraram que o NPT estaria aceitado por quase todos os países industriais chaves e pela maioria vasta de países se tornando. Ao mesmo tempo os prospetos para o poder nuclear melhoraram dramàtica. A tecnologia tinha-se amadurecido e estava comercialmente disponível, e a crise de óleo de 1973 realçou a atração da opção da energia nuclear. As funções Do IAEA tornaram-se distintamente mais importantes. Mas o pêndulo era logo balançar para trás. O primeiro surge do entusiasmo worldwide para o poder nuclear durou mal duas décadas. Pelos 1980s adiantados, a demanda para plantas de poder nuclear novas tinha declinado agudamente em a maioria de países ocidentais, e encolheu quase a zero nestes países após o acidente 1986 de Chernobyl.

Em 1988 o alimento de IAEA e de UN e a organização agricultural juntaram forças com outras agências para eradicate o mundo novo Screwworm - que espalha uma doença mortal dos animais domésticos. A tecnologia radiação-baseada para eradicate o sem-fim foi desenvolvida no laboratório de Seibersdorf da agência.

Em 1991, a descoberta do programa clandestine da arma de Iraq semeou dúvidas sobre o adequacy de proteções de IAEA, mas conduziu-as também às etapas para strengthen as, algumas de que foram postas ao teste quando a república de pessoa democrática de Coreia (DPRK) se transformou o segundo país que foi descoberto que violating seu acordo de proteções de NPT. O acidente de três Mile Island e especialmente o disastre de Chernobyl persuadiu governos strengthen o papel do IAEA em realçar a segurança nuclear.

Nos 1990s adiantados, o fim da guerra fria e a melhoria conseqüente na segurança internacional eliminaram virtualmente o perigo de um conflito nuclear global. O adherence largo aos tratados regionais underscored o status livre da arma nuclear de América Latin, de África e de 3Sudeste Asiático, as well as o Pacífico sul. A ameaça do proliferation em alguns estados do sucessor da União Soviética anterior averted; em Iraq e no DPRK a ameaça foi contida.

Em 1995, o NPT foi feito a permanent e em 1996 o general conjunto dos UN aprovou e abriu para a assinatura um tratado detalhado da proibição do teste. Quando as atividades nucleares militares eram além do espaço estatutário do IAEA, aceitou-se agora que a agência pôde corretamente tratar do alguns dos problemas bequeathed pela raça de braços nucleares - verificação do uso ou do armazenamento calmo do material nuclear das armas desmontadas e do estoque militar em excesso do material fissile, determinando os riscos posed pelos desperdícios nucleares dos navios de guerra nucleares despejados no ártico, e verificando a segurança de locais de teste nucleares anteriores em Ásia central e no Pacífico.

Em anos recentes, o trabalho da agência fêz exame em algumas dimensões adicionadas urgentes. Entre elas estão as contramedidas de encontro à ameaça do terrorismo nuclear, o foco de uma planta de ação multi-faceted nova da agência.


publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Julho de 2007

Feriados Nacionais 2007

Dia

Mês

Dia da semana

Feriado

1 Janeiro Segunda-feira Ano Novo
20 Fevereiro Terça-feira Carnaval
6 Abril Sexta-feira Sexta-feira Santa
8 Abril Domingo Páscoa
25 Abril Quarta-feira Dia da Liberdade
1 Maio Terça-feira Dia do Trabalhador
7 Junho Quinta-feira Corpo de Deus
10 Junho Domingo Dia de Portugal
15 Agosto Quarta-feira Assunção de Nossa Senhora
5 Outubro Sexta-feira Implantação da República
1 Novembro Quinta-feira Dia de Todos-os-Santos
1 Dezembro Sábado Restauração da Independência
8 Dezembro Sábado Imaculada Conceição
25 Dezembro Terça-feira Natal

publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 23 de Junho de 2007

FESTAS S. JOÃO NO PORTO


S. JOÃO DO PORTO

 

S. João do Porto, eremita natural do Porto, ( séc. IX ), viveu  a sua vida eremítica na região de Tuy, em frente a Valença, tendo sido sepultado em Tuy.  No séc. XVII ainda aí se conservavam as sua relíquias, de grande veneração entre os fieis, que acreditavam que S. João os salvaria das febres. Diz a tradição , que a cabeça de S. João do Porto, foi trazida pela Rainha Mafalda no séc. XII, para a Igreja de São Salvador da Gandra e que parte dessa relíquia teria sido levada para a capela da " Santa Cabeça ", na Igreja de N ª Sra. Da Consolação, na Cidade do Porto. O facto da sua festa se ter celebrado a 24 de Junho talvez explique o facto de ter o seu culto sido absorvido pelo de S. João Baptista, cujo nascimento ocorreu no mesmo dia 24 de Junho e a que o povo dedicou através dos tempos forte devoção e grandes festas, mantendo-se ainda hoje muito viva a tradição das fogueiras de S. João de origem muito antiga, ao mesmo tempo que substituíam as festas pagãs do solstício.

 

Festas de forte caris popular, o S. João do Porto é uma festa que nasce espontaneamente, nada se encontra combinado, embora a festa se vá preparando discretamente  durante o dia, é normalmente depois do jantar, constituído por sardinhas assadas, batatas cozidas e pimentos ou entrecosto e fêveras de porco na brasa, acompanhadas de óptimas saladas , jantar obviamente regado com vinho verde ou cerveja, mais modernamente.  Findo o jantar, os grupos de amigos começam a encontrar-se, organizando rusgas  de S. João, como são chamadas.  As pessoas muniam-se de  alhos pôrros e  molhos de cidreira , actualmente as armas, são outras, mudaram para martelos de plástico, duros e ruidosos, mas que acabaram por ser bem aceites e hoje já fazem parte da tradição, Há alguns anos atrás, o S. João limitava-se a uma área da cidade que era constituída, pelas Fontaínhas ( Ponto nevrálgico ), R. Alexandre Herculano, Praça da Batalha, R. Santa Catarina, R. Formosa ou R. Fernandes Tomás, R. de Sá da Bandeira, R. Passos Manuel, Praça da Liberdade, Av. dos Aliados, R. dos Clérigos, Praça de Lisboa, e no retorno, subindo-se a R. de S. António, estava praticamente concluído o percurso obrigatório. A par deste percurso, que juntava para cima de meio milhão de pessoas, que tornavam as ruas pejadas de gente, e onde não há atropelos,  as zaragatas são de imediato sustidas pelos populares,  os beligerantes rapidamente selam a paz com mais um copo e uma pancada de alho pôrro de amizade. O S. João do Porto é uma festa onde ricos e pobres convivem uma noite de inteira fraternidade e onde a festa é constante. Nos bairros, a festa continua e as comissões organizadoras de cada uma  mantém o baile animado até altas horas da madrugada. No tempo áureo do alho pôrro quem chegasse ao Porto vindo de fora,  estranharia o odor espalhado pela cidade...efectivamente ela cheirava a alho.

 

Nos dias de hoje, o S. João espalhou-se pela cidade, além do seu palco tradicional, estendeu-se até a Ribeira, ás Praias da Foz  , á Boavista e por ai fora. Vai as discotecas, aos pubs e bons restaurantes. Tornou-se mais cosmopolita e em alguns casos mais selectivo . Modernizou-se, sofisticou-se e de certa forma, acompanhou os tempos ,até penso que se tornou mais jovem. 

 

Mas muita da tradição ainda se mantém: Em barracas ou espalhados pelo chão lá estão os manjericos ( Planta tradicional do S. João ) , as tendas das fogaças, as farturas, o algodão doce, as pipocas, as barracas da sardinha assada e dos comes e bebes. Os matraquilhos, os carroceis,  as pistas dos carros. As tendas de venda das louças de barro,  das cutelarias, o tiro ao alvo e as tômbolas.  Durante toda a noite, centenas de balões são lançados e muito fogo de artificio particular é queimado, pela meia-noite o tradicional fogo de artificio da Câmara Municipal, faz sempre furor pela sua beleza. No fim e já alta madrugada é ver os foliões procurarem as padarias onde o pão acabado de fazer e ainda quentinho vai confortar as barrigas para um merecido descanso.

 

 

A História de um Feriado

 

( Texto original, publicado na Revista Ponto de Encontro de Julho de 2001 )

 

 

Os festejos de S. João na cidade do Porto são já seculares e a origem desta tradição cristã remonta mesmo a tempos milenares. Mas foi só no século XX que o 24 de Junho passou a ser feriado municipal na Invicta, proporcionando um merecido dia de folia a milhares de tripeiros. E tudo graças a um decreto republicano e a um referendo aos portuenses, promovido pelo Jornal de Notícias. A história é curiosa e mostra o protagonismo que, já na altura, a Comunicação Social tinha no modus vivendi urbano. Estávamos em Janeiro de 1911 e a República Portuguesa dava os primeiros passos. A monarquia tinha sido destronada apenas três meses antes, com a revolução de 5 de Outubro de 1910. O Governo Provisório da República assumia a governação do país e, desde logo, começava a introduzir mudanças na sociedade portuguesa que espelhavam, muito naturalmente, os ideais da nova ordem republicana. Numa tentativa de implementar a nova ordem junto da população, o Governo Provisório redefiniu os dias feriados em Portugal. Por decreto, a República instituiu como feriados nacionais o 31 de Janeiro (primeira tentativa - falhada - de revolução republicana, em 1891, no Porto), o 5 de Outubro (instauração da República) e o 1º de Dezembro (restauração da independência em 1640), para além do Natal e do Ano Novo. Mas o mesmo decreto impunha, a cada município do país, a escolha de um dia feriado próprio: "As câmaras ou commissões municipaes e entidades que exercem commissões de administração municipal, proporão um dia em cada anno para ser considerado feriado, dentro da area dos respectivos concelhos ou circumscripções, escolhendo-os d'entre os que representem factos tradicionaes e característicos do município ou circumscripção". E foi com este propósito que a Comissão Administrativa do Município do Porto reuniu a 19 de Janeiro de 1911. Segundo o relato do Jornal de Notícias, o "velho e conceituado republicano, sr. Henrique Pereira d'Oliveira" logo sugeriu a data de 24 de Junho para feriado municipal. O facto não causa espanto. Afinal de contas, o S. João era, já na altura, uma festa com longa tradição na cidade do Porto. A primeira alusão aos festejos populares data já do século XIV, pela mão do famoso cronista do reino, Fernão Lopes. Em 1851, os jornais relatavam a presença de cerca de 25 mil pessoas nos festejos sanjoaninos entre os Clérigos e a Rua de Santo António e, em 1910, um concurso hípico integrado nos festejos motivou a presença do infante D. Afonso, tio do rei (a revolução republicana apenas se daria em Outubro). 

 

Referendo popular 

 

 

Contudo, a sugestão de Henrique d'Oliveira de eleger o S. João como feriado municipal da Invicta foi contestada por outros membros da Comissão Administrativa do Município do Porto, que mostraram opiniões diversas. Foi então que "o sr. dr. Souza Junior lembrou, inspirado n'um alto princípio democrático, que não devia a Commissão deliberar nada sem que o povo do Porto, por qualquer forma, se pronunciasse em tal assumpto". Para solucionar o imbróglio, o Jornal de Notícias dispôs-se a organizar um surpreendente referendo popular para escolher o feriado municipal. Logo no dia 21 de Janeiro, somente dois dias após a reunião da Comissão Administrativa, foi colocado na primeira página do jornal o anúncio da "Consulta ao Povo do Porto", explicando toda a situação e a forma de participação. As pessoas teriam que enviar, até ao dia 2 de Fevereiro, "um bilhete postal ou meia folha de papel dentro de enveloppe" para a redacção do jornal, com a indicação do dia de sua preferência. E, para recompensar o trabalho dos leitores, o Jornal de Notícias oferecia "dez valiosos premios" - o mais valioso era de 10 mil réis, cerca de cem escudos - a serem sorteados de entre todos aqueles que votassem no dia eleito. Nos dias seguintes, o Jornal de Notícias fez o relato diário da emocionante votação. A vitória foi quase só discutida entre o dia de S. João, já com larga tradição na cidade, e o 1º de Maio, Dia do Trabalhador, a que não será alheio o facto de a cidade do Porto ser considerada "a capital do trabalho". No dia 22 de Janeiro já se davam conta dos primeiros resultados: "a votação de hontem, que foi grande, dá maioria ao 1 de Maio, seguido pelo 24 de Junho (S. João) e N. S. Conceição [8 de Dezembro]". No dia 24 - o Jornal de Notícias não foi publicado no dia 23, segunda-feira, porque o matutino encerrava ao domingo! -, deu-se uma reviravolta nos resultados: o 24 de Junho trocava de lugar com o 1º de Maio, ficando na posição de mais votado. Porém, a 25, num dia em que "a votação cresceu imenso", o 1º de Maio quase passava novamente para a liderança da votação. Mas foi no dia 26 de Janeiro que o resultado da votação começou a ficar definido, ao que muito se deve a forte participação popular do dia anterior, como relata o Jornal de Notícias desse dia: "Só hontem vieram tantos votos como em todos os dias anteriores. O dia de S. João tem enorme maioria. O dia 1 de Maio já está muito em baixo". E, a 27, o próprio jornal já dava como certo o vencedor: "Positivamente o dia mais votado é o de S. João. O dia 1 de Maio fica muito para trás. Augmenta bastante o de N. S. Conceição". Durante os dias seguintes foram publicados os resultados provisórios diários, sem que tivesse havido alterações de maior no sentido de voto dos portuenses. Até que, a 4 de Fevereiro de 1911, foram publicados os totais finais da consulta popular: o dia 24 de Junho foi o mais votado, com 6565 votos, seguido pelo 1º de Maio, com 3075 votos, o dia de Nossa Senhora da Conceição, com 1975 votos, e o dia 9 de Julho, com oito. "Ficou, pois, vencedor o dia de S. João que é aquele que o povo do Porto escolhe para ser o de feriado municipal". Só não se sabe se o vencedor do sorteio chegou a receber os seus 100 escudos, pois registada só ficou a promessa de que "o sorteio dos 10 prémios a que esta consulta dá lugar far-se-á em um dos próximos dias"...

 

Texto originalmente publicado na revista "Porto de Encontro", Julho de 2001.

 

 

 

 

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Deixo aqui um convite para quem nunca visitou o Porto nesta altura. Venha, apareça, seja bem vindo,  dia 23 pela tarde pois a festa começa na véspera . O S. João é uma festa sem igual e garanto-lhe uma noite bem divertida e diferente. VIVA O S. JOÃO.


 


publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Junho de 2007

DIA MUNDIAL DOS OCEANOS

A 8 de Junho comemora-se o Dia Mundial dos Oceanos, data definida na Cimeira do Rio, em 1992, para que organizações e cidadãos de todo o mundo celebrem os oceanos do planeta.

 


publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Junho de 2007

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA - IMAGENS


publicado por MJFSANTOS às 10:02
link do post | comentar | favorito
|

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA - 1 DE JUNHO

 1 de Junho, Dia Mundial da Criança


Após a 2ª Grande Guerra Mundial, as crianças de todo o Mundo enfrentavam grandes dificuldades, a alimentação era deficiente, os cuidados médicos eram escassos. Os pais não tinham dinheiro, viviam com muitas dificuldades, retiravam os filhos da Escola e punham-nos a trabalhar de sol a sol. Mais de metade das crianças Europeias não sabia ler nem escrever.

Em 1950, a Federação Democrática Internacional das Mulheres, propôs às Nações Unidas que se comemorasse um dia dedicado a todas as crianças do Mundo. 

Os Estados Membros das Nações Unidas, - ONU - reconhecendo que as crianças, independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem nacional ou social, necessitam de cuidados e atenções especiais, precisam de ser compreendidas, preparadas e educadas de modo a terem possibilidades de usufruir de um futuro condigno e risonho, propuseram o Dia 1 de Junho, como Dia Mundial da Criança.

Nunca é demais lembrar, até porque poucas vezes isso tem sido feito, quais os direitos que assistem especificamente às crianças, e que estão consagrados na Convenção sobre os Direitos da Criança que foi elaborada em 1989 pelas Nações Unidas, que tiveram em consideração, entre outras coisas, o indicado na Declaração dos Direitos da Criança, adoptada em 20 de Novembro de 1959 pela Assembleia Geral desta Organização, que dizia que “a criança, por motivo da sua falta de maturidade física e intelectual, tem necessidade de uma protecção e cuidados especiais...”. 

A ONU  reconheceu também que “em todos os países do mundo há crianças que vivem em condições particularmente difíceis e a quem importa assegurar uma atenção especial, tendo devidamente em conta a importância das tradições e valores culturais de cada povo para a protecção e o desenvolvimento harmonioso da criança e a importância da cooperação internacional para a melhoria das condições de vida das crianças em todos os países, em particular nos países em desenvolvimento.” 

CRIANÇA!

   Criança, tu és o conforto 
   Criança, tu és o amor.
   Tu, que tens alegria nos teus olhos
   E que aos outros ofereces amizade;

   Tu, que caminhas
   Sem maus pensamentos

   E que amas
   Sem rodeios Vem ...!

   Vem comigo.
   Dá-me a tua mão.
   Criança,
   Tu és o símbolo

   Do amor
   Da paz
   E da liberdade.
   Tu és o fruto
   Da inocência
   E da pureza.
   Criança
   Ajuda-nos a  construir
   Um mundo bom,
  
Como tu
   Estrela brilhante!


(Poema de Paula Perna)


publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
|

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Um sorriso pode mudar uma pessoa em vários aspectos. Uma pessoa pode mudar a forma de vida de si mesma. Uma criança e um sorriso são dois complementos que se podem transformar num só: a Paz.
   Se um sorriso tem a capacidade de mudar totalmente uma pessoa e uma criança pode transformar a sua vida, porque é que não deixamos todas as crianças sorrir para termos um mundo melhor?
    Falamos em deixar uma criança sorrir porque nem todas têm o dom de sorrir, algumas têm de chorar. Essas crianças são as maiores vítimas do egoísmo e do orgulho deste mundo cruel. Se o mundo não deixar uma criança sorrir, podemos dizer que vivemos num mundo triste, porque se uma criança não sorri, quem vai sorrir? Os adultos? Não. Porque os adultos riem-se porque as crianças lhes dão força e vontade de viver e, têm muitos e maiores problemas. Se as crianças tiverem problemas sérios quer dizer que os adultos têm muito mais.
   Uma criança com um sorriso pode fortalecer a vontade de viver de uma pessoa doente ou solitária, transformando a sua vontade de morrer numa enorme vontade de viver.
   As crianças foram, são e serão sempre a melhor e a maior riqueza que o mundo tem.
   Nunca se esqueçam – o sorriso de uma criança pode mudar uma humanidade. Por isso, antes de fazerem alguma nova transformação no mundo da ciência e tecnologia pensem sempre primeiro se essa transformação favorece ou prejudica a vida de todas as crianças.

Deixem sorrir uma criança
Para todo o mundo sorrir.

 

AS CRIANÇAS APRENDEM O QUE VIVEM

Se uma criança vive sendo criticada
aprende a condenar.
Se uma criança vive com hostilidade
aprende a brigar.
Se uma criança vive envergonhada
aprende a sentir-se culpada.
Se uma criança vive com tolerância
aprende a confiar.
Se uma criança vive valorizada
aprende a valorizar.
Se uma criança vive com igualdade
aprende a ser justa.
Se uma criança vive com segurança
aprende a ter fé.
Se uma criança vive com compreensão
aprende a acreditar em si própria.
Se uma criança vive com amizade e carinho
aprende a encontrar o amor no mundo.


publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

DIA MUNDIAL SEM TABACO

 

 

 

 

DEPENDENCIA:

 

a) um forte desejo ou senso de compulsão para consumir a substância ;

b) dificuldades em controlar o comportamento de consumir a substância em termos de seu início, término ou níveis de consumo ;

c) um estado de abstinência fisiológico quando o uso da substância cessou ou foi reduzido como evidenciado por: síndrome de abstinência característica para a substância ou uso da mesma com a intenção de aliviar ou evitar sintomas de abstinência;

d) evidência de tolerância, de tal forma que doses crescentes da substância são requeridas para alcançar efeitos originalmente produzidos por doses mais baixas;

e) abandono progressivo de prazeres ou interesses em favor do uso da substância psicoativa, aumento da quantidade de tempo necessário para obter ou tomar a substância ou para se recuperar de seus efeitos;

f) persistência no uso da substância a despeito de evidência clara de consequências nocivas.

 



publicado por MJFSANTOS às 09:22
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 12 de Maio de 2007

DANÇA DA CASTANHA

 

 

Autoria: António Moreirão Bordalo


publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
|
www.e-referrer.com
Creative Commons License
O PORTO É UMA NAÇÃO by http://mjfsantos.blogs.sapo.pt is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 2.5 Portugal License.

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 12 seguidores

.pesquisar

 

.Horas

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30


.posts recentes

. “Especial Dia da Terra”

. 50ª. Aniversário da I.A.E...

. Feriados Nacionais 2007

. FESTAS S. JOÃO NO PORTO

. DIA MUNDIAL DOS OCEANOS

. DIA MUNDIAL DA CRIANÇA - ...

. DIA MUNDIAL DA CRIANÇA - ...

. DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

. DIA MUNDIAL SEM TABACO

. DANÇA DA CASTANHA

. A FEIRA DA CASTANHA

. DIA DA EUROPA

. DIA DA MÃE

. DIA MUNDIAL DO TRABALHO

. FELIZ ANIVERSÁRIO ZÉ PEDR...

. REVOLUÇÃO 25 DE ABRIL 197...

. Dia Mundial do Livro

. CURIOSIDADES SOBRE A PÁSC...

. CURIOSIDADES SOBRE A PÁSC...

. CURIOSIDADES SOBRE A PÁSC...

. DIA DO PAI

. DIA INTERNACIONAL DA MULH...

.posts recentes

. “Especial Dia da Terra”

. 50ª. Aniversário da I.A.E...

. Feriados Nacionais 2007

. FESTAS S. JOÃO NO PORTO

. DIA MUNDIAL DOS OCEANOS

. DIA MUNDIAL DA CRIANÇA - ...

. DIA MUNDIAL DA CRIANÇA - ...

. DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

. DIA MUNDIAL SEM TABACO

. DANÇA DA CASTANHA

. A FEIRA DA CASTANHA

. DIA DA EUROPA

. DIA DA MÃE

. DIA MUNDIAL DO TRABALHO

. FELIZ ANIVERSÁRIO ZÉ PEDR...

. REVOLUÇÃO 25 DE ABRIL 197...

. Dia Mundial do Livro

. CURIOSIDADES SOBRE A PÁSC...

. CURIOSIDADES SOBRE A PÁSC...

. CURIOSIDADES SOBRE A PÁSC...

. DIA DO PAI

. DIA INTERNACIONAL DA MULH...

.tags

. arquitectura

. biografia

. capela

. casa

. cultura

. desporto

. dias comemorativos

. edificios

. estatuas

. fc porto

. fotos

. freguesias

. futebol

. história

. historia

. humor

. igreja

. igrejas

. imagens

. matosinhos

. matriz

. monumentos

. mpp

. musica

. noticias

. noticias e opiniões

. património

. penafiel

. poemas

. porto

. portugal

. póvoa do varzim

. quinta

. românica

. ruas

. slides

. video

. videos

. vila do conde

. vilanovadegaia

. todas as tags

.tags

. arquitectura

. biografia

. capela

. casa

. cultura

. desporto

. dias comemorativos

. edificios

. estatuas

. fc porto

. fotos

. freguesias

. futebol

. história

. historia

. humor

. igreja

. igrejas

. imagens

. matosinhos

. matriz

. monumentos

. mpp

. musica

. noticias

. noticias e opiniões

. património

. penafiel

. poemas

. porto

. portugal

. póvoa do varzim

. quinta

. românica

. ruas

. slides

. video

. videos

. vila do conde

. vilanovadegaia

. todas as tags

.links

.Rio Douro

.Contador Inicial

casino online
casinos online Online Users

.Contador desde: 1 JAN 08

.subscrever feeds

.Logotipos

Estou no Blog.com.pt maisblogs.net Bookmark and Share blogaqui? Assinar com Bloglines Blogalaxia Ranking de Blogs Subscribe in NewsGator Online PT Bloggers a directoria de blogs Portugueses blog search directory Planeta Gifs e Jogos Free-Dir.net - Um directório em Português. Join My Community at MyBloglog! DigNow.org
SAPO Blogs

.Technorati

Technorati Profile Add to Technorati Favorites

.Publicidade