Sábado, 26 de Abril de 2008

25 de Abril: desfile de militares e homenagem às vítimas da PIDE assinalaram 34º aniversário


Milhares de pessoas desfilaram ontem entre o Marquês de Pombal e o Rossio, em Lisboa, para assinalar o 34º aniversário do 25 de Abril. Na capital, aos civis juntaram-se associações de militares que apelaram à "coesão nacional" e a urgência em encontrar respostas que combatam uma "explosão social". No Porto, centenas de pessoas concentraram-se junto ao antigo edifício da PIDE, para homenagear as vítimas da polícia política do antigo regime.


O desfile em Lisboa, organizado pela Associação 25 de Abril e a que se associaram também dirigentes partidários e sindicais, celebrou o 34 aniversário da revolução ao som da canção "Grândola Vila Morena", com a palavra de ordem "25 de Abril Sempre" e tendo como "ex-libris" o blindado Chaimite que em 1974 protagonizou um dos momentos simbólicos do 25 de Abril ao levar Marcelo Caetano do Quartel do Carmo, onde se tinha refugiado, a caminho do exílio.

"Nós militares e, particularmente, os oficiais, temos uma enorme preocupação com a coesão nacional e essa coesão nasce de um todo (...), isto é, a coesão consegue-se desde que as múltiplas tarefas do Estado e da economia privada cumpram as suas funções", disse à Lusa o coronel Tassos Figueiredo, representante da Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA), uma das presentes no desfile em Lisboa.

Apesar de afirmar tratar-se de "um dia de festa", o representante da AOFA não poupou críticas ao actual Governo, "cuja responsabilidade é determinante para uma melhor educação, ensino, política externa, economia e também na vertente militar". "Generais, que sabem do que estão a falar, alertaram para o perigo de explosões sociais e para nós é particularmente dramático que mais de 30 anos após o 25 de Abril se esteja a processar uma regressão em termos de tecido social, regressão essa que põe em causa a coesão nacional", adiantou.

Ao desfile, juntaram-se também em representação dos militares, para além da AOFA, as associações de Sargentos (ANS), de praças (APA) e dos militares na reserva e reforma (ASMIR).

A Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP-PSP) marcou igualmente presença no desfile, mas em sinal de protesto e não de comemoração. "Parece impossível como é que o 25 de Abril ainda não chegou à nossa instituição. Temos horas para entrar e nunca temos horas para sair e se isso fosse reformulado e se isso nos fosse dado era um grande passo dentro da nossa instituição", disse o presidente da distrital de Lisboa da ASPP-PSP, Nelson Brito, argumentando que todos os dias são dias de reivindicação.

"Somos muitos, muitos mil para continuar Abril"

No Porto, o Largo Soares dos Reis foi o local escolhido para a concentração que pretendeu prestar homenagem às vítimas da PIDE. "Somos muitos, muitos mil para continuar Abril", "25 de Abril sempre, fascismo nunca mais" e "Abril vencerá" foram as palavras de ordem gritadas pelos manifestantes no momento em que foi depositada uma coroa de flores à porta do edifício onde funcionava a polícia política e que agora alberga o Museu Militar do Porto.

Muitos balões de várias cores e cravos vermelhos, verdadeiros e de papel, deram colorido à concentração, que incluiu dois curtos discursos.

Sérgio Vinagre, dirigente do PCP-Porto, salientou que "muito foi perdido" ao longo destes 34 anos, pelo que "é o momento de desfraldar novas bandeiras", em defesa da liberdade, do acesso à informação e do trabalho com direitos.

"Temos hoje um Portugal mais desigual", disse, destacando a "precariedade, a insegurança e o aumento do custo de vida" como alguns dos maiores problemas actuais, que afectam, sobretudo, os jovens.

Contudo, Sérgio Vinagre manifestou-se esperançado no sucesso da luta contra os males da actual "sociedade empobrecida", sublinhando que "os direitos que se perderam serão recuperados".

Depois dos discursos e da deposição da coroa de flores, os manifestantes partiram em desfile até à Baixa da cidade, encabeçado por um grupo de bombos.

Na primeira fila, seguia o coordenador da União de Sindicatos do Porto (USP/CGTP), João Torres, uma das poucas figuras públicas presentes na concentração.

(Fonte: Público)

publicado por MJFSANTOS às 14:18
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

25 de Abril: Festejos, condecorações e eventos culturais marcam comemorações na região Norte

 

As comemorações do 34º aniversário da "revolução dos cravos" de 25 de Abril de 1974 decorrem sexta-feira na região norte com festejos, condecorações e eventos culturais para os mais diversos gostos.

No Porto, o 25 de Abril é comemorado hoje com uma sessão solene na Câmara Municipal, na qual Rui Rio vai distinguir com medalhas municipais personalidades que se notabilizaram pelos seus méritos pessoais ou feitos cívicos.

Serão condecorados: o poeta Fernando Echevarria, a cientista Maria de Sousa, os médicos e investigadores Nuno Grande e António Coimbra, o político Amândio de Azevedo e os empresários Mário Ferreira e Américo Amorim.

As outras personalidades distinguidas são Esmeralda Mateus, Álvaro de Almeida e o juiz conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça João Lopes Neves, pelo seu empenhamento cívico na freguesia de portuense de Aldoar.

Em Bragança, o 25 de Abril será assinalado com a tradicional sessão solene da Assembleia Municipal, no Auditório Paulo Quintela, com início marcado para as 10:00, sendo seguida de várias inaugurações promovidas pela Câmara Municipal.

Em Viana do Castelo, as comemorações iniciam-se hoje com uma sessão que decorre na Biblioteca Municipal, às 21:30, que tem como convidado Marques Júnior, Capitão de Abril.

Sexta-feira, decorrem na Praça da Liberdade as habituais manifestações das Comemorações do 25 de Abril, estando previstos vários concertos, nomeadamente com a Banda de Gaitas de S. Tiago de Cardielos, o Grupo de Sopro e Cordas de Outeiro e o grupo "Meka Música" da Escola Secundária de Monserrate.

A Assembleia Municipal (AM) de Vila Real reúne extraordinariamente na sexta-feira para evocar o 34º aniversário do 25 de Abril, uma iniciativa que resultou de um compromisso assumido pelo seu presidente, Pedro Passos Coelho, já no ano passado.

Este ano, as comemorações do 25 de Abril, em Vila Real, ganham relevo pelo facto de o presidente da AM ser também dos candidatos assumidos à liderança nacional do PSD.

Outros concelhos do distrito, como Montalegre, Chaves, Santa Marta de Penaguião, Peso da Régua, Alijó ou Sabrosa, comemoraram o 25 de Abril, na maior parte dos casos, com o tradicional hastear da bandeira e vários eventos culturais.

Em Sabrosa, serão inauguradas as exposições "Chaimite: fim de um ciclo na Guerra Colonial" e "Fotografias de Abril", que ficarão patentes ao público no auditório municipal, onde será também apresentado o livro de Francisco Vasconcelos "Por mim adentro", cujas receitas revertem a favor da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM).

Na cidade de Chaves comemora-se com cultura, um Festival de Ranchos Folclóricos e Concerto Musical, com eventos desportivos, tais como a 34ª Corrida da Liberdade e o encontro municipal de futsal infantil.

 

NYM/PLI/PF.

Lusa/Fim.


publicado por MJFSANTOS às 10:31
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Abril de 2008

“Especial Dia da Terra”

Photobucket

"National Geographic” celebra o Dia da Terra com 24 horas de documentários "

O “National Geographic Channel” celebra hoje o Dia da Terra com a emissão de 24 horas de documentários dedicados à protecção e conservação do planeta.

No “Especial Dia da Terra” destacam-se as estreias de quatro produções: “A Mecânica do Planeta: Cozinha à Luz Solar”, às 20h05; “Macaco: Música Multicultural de Barcelona”, às 21h00; “A Pegada Humana”, às 21h30 e “Retrato da Terra: O Estado do Planeta” às 22h30.

“A Mecânica do Planeta: Cozinha à Luz Solar” apresenta mais um episódio da oficina ecológica de Dick e Jem, desta vez na Andaluzia para ajudar um proprietário de uma quinta a extrair do seu poço água suficiente para dar ao seu gado. Os dois oferecem-se também para construir um forno solar gigante para fazer uma “paella” para a população nas festas da localidade. Enquanto Dick constrói um moinho de vento tradicional, Jem enfrenta a tarefa de construir um motor Sterling – que aproveita as diferenças de temperatura dentro de um cilindro para mover a cápsula que utiliza para a bomba que permite extrair a água do poço. No documentário pode ser visto qual dos engenhos sairá vencedor e se algum dos dois conseguirá preparar “paella” suficiente para satisfazer o apetite de todos os participantes na festa.

O documentário “Macaco: Música Multicultural de Barcelona” apresenta a banda espanhola “Macaco”, conhecida por misturar rumba catalã, “reggae” e “hip hop”. Macaco sobe ao palco com uma acústica criada para agitar corpos e mentes. O vocalista e músico Dani Carbonell (mais conhecido como Dani Macaco) fala dos primeiros tempos da banda, das suas influências musicais e a da utilização das várias línguas na sua música.

Quantificando as marcas que cada ser humano deixa no mundo
Imagine que consegue ver tudo o que consumiu ao longo da vida: todo o lixo que gerou e até as lágrimas que chorou. Ao longo da vida, cada ser humano deita, em média, 40 toneladas de lixo para os contentores, consome 7550 litros de leite, toma quase 7163 duches, nos quais consome cerca de um milhão de litros de água, e tem 104.390 sonhos. No documentário “A Pegada Humana” juntou-se todo o pão consumido, em média, ao longo da vida e ateou-se fogo a todo o metano emitido. Tudo para criar uma visualização única e persuasiva das marcas que cada um de nós deixa no mundo.

“Retrato da Terra: O Estado do Planeta” analisa as emissões de dióxido de carbono e dos programas de reflorestação e avalia os efeitos positivos e negativos que os diversos países exerceram no nosso planeta ao longo de 2007. No ano passado, a Terra sofreu a emissão de oito milhões de toneladas de dióxido de carbono para a atmosfera, a extracção de 90 milhões de toneladas de peixe dos seus oceanos e o arranque de 11 mil milhões de árvores das suas florestas.

A China, que abriu uma central térmica de carvão, superou, pela primeira vez, os Estados Unidos em emissões totais de carbono. No entanto, investiu 8 mil milhões de dólares para construir a Muralha Verde da China, sob a orientação do maior projecto de reflorestação do mundo, estendendo-se por quase 4500 quilómetros. Por sua vez, os Estados Unidos vão pôr em marcha um programa piloto de armazenagem de dióxido de carbono, no qual serão depositados cerca de 3 mil milhões de toneladas de dióxido em solo americano.


Fonte: (Público.PT)


publicado por MJFSANTOS às 12:53
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Abril de 2008

Renovação do morro da Sé avança

A origem do Porto está relacionada com o Morro da Sé, onde foram identificados vestígios do antigo povoado proto-histórico.


 


Sociedade de Renovação Urbana Porto Vivo vai transformar 16 imóveis da baixa portuense em equipamentos sociais.

A Câmara do Porto aprovou ontem (1/4/08) a venda de 16 imóveis no morro da Sé à Porto Vivo - Sociedade de Renovação Urbana (SRU).

A operação, no valor de 425 mil euros, permite à SRU candidatar o projecto ao QREN - Quadro de Referência Estratégica Nacional e dar continuidade ao programa de reabilitação do centro histórico do Porto, que abrange 25 quarteirões em seis zonas de intervenção prioritária.

A construção de uma residência de estudantes é um dos projectos que a SRU quer concretizar na Sé, para atrair jovens moradores à baixa da cidade.

As obras previstas contemplam, também, um hostal, comércio tradicional, recuperação de património edificado e reabilitação de equipamentos sociais já existentes na zona.

Este é um dos processos complexos que a SRU tem em mãos por envolver diferentes proprietários, como a Segurança Social, Centro Social da Sé, Câmara do Porto e Fundação para o Desenvolvimento da Zona Histórica, cuja extinção já foi formalmente decidida pela autarquia.

O orçamento dos projectos previstos para a reabilitação do morro da Sé ronda os 50 milhões do euros.


Foto 1: Sérgio Nunes

Foto 2: Porto Vivo

Texto:   Margarida Cardoso(Expresso)



publicado por MJFSANTOS às 08:37
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Praça de Lisboa - Porto

(Foto: Carlos Silva)

 


 

 

Vai nascer uma nova Praça de Lisboa: mais um passo para a reanimação da Baixa

Foi hoje (6/2/2008) publicamente apresentado o projecto proposto para a nova Praça de Lisboa, uma solução urbanística e arquitectónica que o Presidente da CMP qualificou como mais um importante passo no processo de requalificação e reanimação da Baixa do Porto, bem como no desenvolvimento do comércio tradicional.
Representa, igualmente, por parte da autarquia, um sinal de confiança dado aos investidores, que queiram intervir naquela zona nobre da cidade.

 

O investimento em causa, a cargo da empresa Bragaparques, ronda os seis milhões de euros, prevendo-se que possa ser inaugurado dentro de aproximadamente 18 meses.
Com a aprovação da proposta, que terá lugar em sede de reunião do Executivo da próxima terça-feira, 12 de Fevereiro, fica assim «desatado» mais um «nó» urbanístico herdado por Rui Rio, desde que assumiu a gestão do Município, em 2002.
«Resolvemos as obras decorrentes da Porto 2001 , desatámos o nó do Túnel de Ceuta, o da antiga Pedreira da Trindade e hoje estamos aqui a anunciar a solução para a Praça de Lisboa, degradada desde finais dos anos 90 e completamente abandonada desde 2002», declarou o autarca, que se encontrava acompanhado pelos vereadores do Urbanismo e das Actividades Económicas, Lino Ferreira e Manuel Sampaio Pimentel, respectivamente.
O projecto foi o único apresentado a concurso público aberto em 11 de Dezembro de 2006 e publicado em Diário da República de 30 de Janeiro de 2007. Abrange uma área de cerca de 5.500 m2, dos quais cerca de 520 m2 serão cedidos à Federação Académica do Porto (FAP) para a construção do Pólo Zero. O espaço será cedido em direito de superfície, dentro da lógica que tem vindo a ser seguida pelo actual Executivo autárquico.
Segundo o acordo firmado, a CMP terá direito a 4% da receita das vendas, desde que estas igualem ou ultrapassem 80% das vendas provisionais programadas. Caso não atinjam esse patamar, a autarquia arrecadará 0,5%.

Um espaço lúdico-cultural

De acordo com o representante da empresa promotora e do gabinete de arquitectura responsável pelo projecto, pretende-se criar um espaço lúdico-cultural, com um restaurante panorâmico, área comercial e uma cobertura ondulada revestida em grande parte por zonas verdes, além do Pólo Zero da FAP.
Do ponto de vista arquitectónico, o objectivo é construir um espaço fechado no interior, com a intenção de, na parte de cima, abrir e devolver a Praça à cidade.
Está igualmente a ser equacionada a instalação na Praça de Lisboa de uma loja, que será a segunda a inaugurar em Portugal, da livraria Byblos.

 

(C.M.P.)



publicado por MJFSANTOS às 00:35
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2007

Porto: Empresários dizem que a noite continua insegura

Achamos que os culpados ainda estão em liberdade

António Fonseca, o presidente da Associação de Bares e Discotecas da Área Metropolitana do Porto, diz que “não há razões efectivas para que as pessoas se sintam mais seguras hoje, na noite do Porto, do que há um ou dois meses atrás”.

Em entrevista ao programa ‘Porto de Abrigo’ de ontem, uma parceria do Correio da Manhã com a Rádio Festival, o rosto dos empresários da noite disse que a operação policial ‘Noite Branca’, do passado dia 14, “não descansou a população da cidade nem os frequentadores da noite portuense”.

“Em apenas 48 horas nós assistimos a isto: o Presidente da República pede acção para travar os crimes na noite do Porto; o procurador-geral da República nomeia uma procuradora para coordenar a investigação aos homicídios; e a Polícia Judiciária realiza uma mediática operação em que detém 14 pessoas, das quais apenas quatro ficam em prisão preventiva. Pareceu-nos tudo muito precipitado, muito feito à pressão, pelo que suspeitamos que os grandes responsáveis por toda a criminalidade continuem cá fora”, disse António Fonseca.

Esta opinião foi partilhada por quase todos os ouvintes que participaram no programa (ver caixa), considerando que a operação policial foi sobretudo show off.

Quanto à noite de Passagem de Ano, que se aproxima, o presidente da Associação dos Bares e Discotecas espera uma festa “sem sobressaltos de maior”, alertando apenas para a nova moda do drink spiking, uma droga sem cor nem odor e que é colocada nas bebidas com o objectivo de roubo ou aproveitamento sexual.

A Associação aconselha a nunca abandonar o copo, não aceitar bebidas de estranhos e a verificar se o que pediu corresponde ao pedido.

VIDEOVIGILÂNCIA ARRANCA NA RIBEIRA

VIGILÂNCIA

É o primeiro sistema de videovigilância de rua do País e vai ser instalado, agora em Janeiro, na Ribeira, no Porto. Assim, vão estar sob o olhar atento das autoridades todas as ruas do espaço que vai da Ponte D. Luís à Igreja de S. Francisco.

SEM FUMO

A Associação de Bares e Discotecas do Porto considera a nova lei do tabaco demasiado repressiva, sobretudo para os empresários, já que, diz a Associação, “faz deles polícias antitabaco e castiga-os por erros dos seus clientes”.

NOITE MAIOR

Na cidade do Porto há festas de Passagem de Ano em mais de uma centena de bares e discotecas, com estilos e preços para todos os gostos. Só discotecas são cerca de trinta. Quanto ao preço, a média deve rondar os 25 euros.

PALAVRA DOS OUVINTES

- "Na minha opinião, só foi apanhada a raia miúda. Os principais, esses, vão continuar cá fora. Não temos segurança absolutamente nenhuma" Lúcia Portela, Porto

- "Eu não acho que haja tanta falta de segurança como se fala nos jornais. Esta operação policial foi uma acção de fachada encomendada pelo Governo" Pedro Ribeiro Porto

- "Aqui na minha zona há grupos organizados de rapazes que, se ao fazerem asneiras, forem repreendidos por algum comerciante, na noite seguinte partem-lhe a loja toda" Maria Antónia, Carvalhido

- "Estou muito incomodada e até revoltada com o que se tem falado da Ribeira. Isto é tudo gente de fora e eu posso garanti-lo, que vivo aqui há 57 anos" Maria Sousa, Ribeira

- "Isto foi tudo show off da Polícia Judiciária, que apenas respondeu a pressões do Governo. Estou convicto de que estamos perante casos de mortes por encomenda, cujos mandantes estão longe de ser detectados" Arnaldo Roque, Gondomar

in: Secundino Cunha, Jornal Correio da Manhâ Online, 30 Dezembro

publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007

OPUS DEI - INVESTIGAÇÃO DA REVISTA SÁBADO!!!

Os estranhos códigos do Opus Dei

A notícia que vem na revista Sábado (188), deixou-me a meditar e pensei em  muitas questões sobre este tema,  aproveito para deixar algumas para se desejarem comentar.

 


 

É HUMANO, ÉTICO?

 SERÁ QUE DEUS QUER ESTES SACRIFICIOS?

AONDE ESTÁ O AMOR DE DEUS NESTES CÓDIGOS?

ISTO É QUE É RELIGIÃO?

JESUS VEIO PARA LIBERTAR O CATIVO E DAR VIDA!  ESTES CÓDIGOS TRAZEM LIBERDADE E VIDA?

(e tantas outras questões que se podem colocar)

 


  

Investigação Especial



  > Membros e dissidentes portugueses contam como funciona realmente a organização mais polémica da Igreja.

- Têm de fazer uma oração enquanto se autoflagelam uma vez por semana com uma espécie de chicote

 


- Cravam um cilicio de espigões de arame na perna todos os dias durante duas horas


- Não podem ir ao cinema nem ao futebol sem autorização e há uma lista de 7 mil livros proibidos


- As mulheres devem dormir regularmente em cima de uma tábua de madeira

 

(VER REVISTA SÁBADO Nº.188)

 

 


sinto-me:
música: Muda de Vida - Humanos

publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

Violinista famoso ignorado

Numa experiência inédita, Joshua Bell, um dos mais famosos violinistas do Mundo, tocou incógnito durante 45 minutos, numa estação de metro de Washington, de manhã, em hora de ponta, despertando pouca ou nenhuma atenção. A provocatória iniciativa foi da responsabilidade do jornal "Washington Post", que pretendeu lançar um debate sobre arte, beleza e contextos. Ninguém reparou também que o violinista tocava com um Stradivarius de 1713 - que vale 3,5 milhões de dólares.

Três dias antes, Bell tinha tocado no Symphony Hall de Boston, onde os melhores lugares custam 100 dólares, mas na estação de metro foi ostensivamente ignorado pela maioria.

A excepção foram as crianças, que, inevitavelmente, e perante a oposição do pai ou da mãe, queriam parar para escutar Bell, algo que, diz o jornal, indicará que todos nascemos com poesia e esta é depois, lentamente, sufocada dentro de todos nós.
 
Tal qual o amor...
 
POIS...
 
AMBordalo 


publicado por MJFSANTOS às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 11 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30


.posts recentes

. Manoel de Oliveira explic...

. Porto: Feira do Livro reg...

. O Dia Em que a Terra Paro...

. Porto vai ter oceanário

. Reabilitação do Mercado d...

. Comerciantes protestam no...

. UEFA confirma a presença ...

. Revivem o passado com car...

. Porto: Bolhão começou já ...

. Incêndio na Reitoria da U...

. 25 de Abril: desfile de m...

. 25 de Abril: Festejos, co...

. “Especial Dia da Terra”

. Renovação do morro da Sé ...

. Praça de Lisboa - Porto

. Porto: Empresários dizem ...

. OPUS DEI - INVESTIGAÇÃO D...

. Violinista famoso ignorad...

.posts recentes

. Manoel de Oliveira explic...

. Porto: Feira do Livro reg...

. O Dia Em que a Terra Paro...

. Porto vai ter oceanário

. Reabilitação do Mercado d...

. Comerciantes protestam no...

. UEFA confirma a presença ...

. Revivem o passado com car...

. Porto: Bolhão começou já ...

. Incêndio na Reitoria da U...

. 25 de Abril: desfile de m...

. 25 de Abril: Festejos, co...

. “Especial Dia da Terra”

. Renovação do morro da Sé ...

. Praça de Lisboa - Porto

. Porto: Empresários dizem ...

. OPUS DEI - INVESTIGAÇÃO D...

. Violinista famoso ignorad...

.tags

. arquitectura

. biografia

. capela

. casa

. cultura

. desporto

. dias comemorativos

. edificios

. estatuas

. fc porto

. fotos

. freguesias

. futebol

. história

. historia

. humor

. igreja

. igrejas

. imagens

. matosinhos

. matriz

. monumentos

. mpp

. musica

. noticias

. noticias e opiniões

. património

. penafiel

. poemas

. porto

. portugal

. póvoa do varzim

. quinta

. românica

. ruas

. slides

. video

. videos

. vila do conde

. vilanovadegaia

. todas as tags

.tags

. arquitectura

. biografia

. capela

. casa

. cultura

. desporto

. dias comemorativos

. edificios

. estatuas

. fc porto

. fotos

. freguesias

. futebol

. história

. historia

. humor

. igreja

. igrejas

. imagens

. matosinhos

. matriz

. monumentos

. mpp

. musica

. noticias

. noticias e opiniões

. património

. penafiel

. poemas

. porto

. portugal

. póvoa do varzim

. quinta

. românica

. ruas

. slides

. video

. videos

. vila do conde

. vilanovadegaia

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

SAPO Blogs