Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Capela dos Pestanas - Rua do Almada - Porto

 

A capela neogótica dos Pestanas, assim designada por se situar junto ao Palácio desta família e por ter sido encomendada pelo Engenheiro José Joaquim Pestana, à altura o proprietário do Palácio, foi construída entre 1878 e 1890, ano em que abriu as portas ao culto. O seu arquitecto foi José de Macedo Araújo Júnior, um dos mais importantes engenheiros do Porto do último quartel do século XIX, tendo-se destacado na condução de obras tão importantes como o Palácio da Bolsa ou parte da Alfândega da cidade.

De nave única e capela-mor semicircular, a construção impõe-se urbanisticamente pela elevada torre adossada à fachada principal, que protege a entrada no templo. De secção quadrangular, eleva-se em quatro registos individualizáveis. No último, duas janelas geminadas em cada face antecedem a terminação em empena cónica, encimada por uma cruz de ferro. A ladear a fachada, nos extremos do edifício, dois baldaquinos albergam as imagens de São José e de São Joaquim, obras do escultor Soares dos Reis.

O ambiente neogótico inspirado nas catedrais góticas testemunha-se tanto no exterior como no interior. A par da alta torre ocidental, o exterior do edifício é caracterizado por contrafortes terminando em pináculos que enquadram janelões de arco quebrado, que por sua vez marcam a divisão interior em tramos. O interior da capela foi concebido para albergar um dos mais impressionantes programas decorativos do nosso neogótico. As paredes e os tectos foram revestidos por pinturas inspiradas na Sainte Chapelle de Paris. A esmagadora maioria do mobiliário e algumas obras de devoção foram realizados na cidade de Liège, na casa Wilmotte. E os autores do retábulo-mor, logo em 1885, foram agraciados com a medalha de ouro na Exposição Internacional de Anvers.

O conjunto do Palacete Pestana haveria, posteriormente, de ser praticamente destruído, construindo-se um prédio no antigo jardim e reduzindo-se drasticamente os limites da antiga propriedade. A capela do Divino Coração de Jesus, porém, mantem-se como testemunho de uma das mais originais empresas neogóticas do Porto e, seguramente, do país.



Texto: PAF / IPPAR

Foto: Maria Inês Dias 28/07/2006 / IPPAR


publicado por MJFSANTOS às 08:08
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 12 seguidores

.pesquisar

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30


.posts recentes

. Capela dos Pestanas - Rua...

.posts recentes

. Capela dos Pestanas - Rua...

.tags

. arquitectura

. biografia

. capela

. casa

. cultura

. desporto

. dias comemorativos

. edificios

. estatuas

. fc porto

. fotos

. freguesias

. futebol

. história

. historia

. humor

. igreja

. igrejas

. imagens

. matosinhos

. matriz

. monumentos

. mpp

. musica

. noticias

. noticias e opiniões

. património

. penafiel

. poemas

. porto

. portugal

. póvoa do varzim

. quinta

. românica

. ruas

. slides

. video

. videos

. vila do conde

. vilanovadegaia

. todas as tags

.tags

. arquitectura

. biografia

. capela

. casa

. cultura

. desporto

. dias comemorativos

. edificios

. estatuas

. fc porto

. fotos

. freguesias

. futebol

. história

. historia

. humor

. igreja

. igrejas

. imagens

. matosinhos

. matriz

. monumentos

. mpp

. musica

. noticias

. noticias e opiniões

. património

. penafiel

. poemas

. porto

. portugal

. póvoa do varzim

. quinta

. românica

. ruas

. slides

. video

. videos

. vila do conde

. vilanovadegaia

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

SAPO Blogs